Bolo de Nozes com Damasco e Ameixa


Leitor e Leitora queridos, antes de deixar aqui as instruções para essa delícia de bolo, um alerta: muito desvelo ao lançar-se de última hora à receita não testada da revista para coroar o jantar das visitas. Olhovivo, farofino e, se possível for, um pouco mais de tempo e um Plano B são como canja de galinha. Mal não vão fazer.

Eis que o menu era de comidas arabinhas (já feitas e refeitas um bocado de vezes, daqui a pouco mais listo todas), queria uma novidade para a sobremesa e corri ao socorro de uma Claudia Cozinha Coleção Volta ao Mundo. Falta-me agora a pachorra necessária para relatar as duas tentativas desastrosas de fazer um Sorvete de Misk muito do bonitoso que estava na revista. Limito-me pois a registrar que aquele raio de receita estava errada, devia ter confiado em meus instintos, em minha fajutérrima arabicidade derivada de matrimônio, em minha modesta-mas-limpinha experiência culinária.

Experiência essa que nem precisou se manifestar na confecção do bolo de nozes, pois uma leitura atenta (o olhovivo que precedeu o farofino, somados ao tempo hábil para um Plano B, lembram?) foi suficiente para detectar que o raio havia caído pelo menos duas vezes na mesma revista e também esta receita continha erros. Agarrou-me a véia reclamenta e resmunguei, onde já se viu, que desserviço para as novas dadivosas que estão à espera de uma receita de bolo que lhes fale ao coração para sair da toca, já pensou a frustração em seguir receita errada logo na primeira vez, a pessoa se desengana duma vida de possibilidades na cozinha, espécie de trauma culinário mais desnecessário, coisamaisfeia!

Mas o bolo ficou uma delícia, ao fim e ao cabo de algumas horas. Omiti umas coisas, corrigi outras, anotei o passo a passo e segue sem mais delongas a receita que pretendo repetir no fim de semana.

Ingredientes

Para a massa:

  • 5 ovos (claras e gemas separadas)
  • 1 e 1/4 de xícara de açúcar
  • 1 xícara de farinha de rosca
  • 125 g de nozes moídas
  • manteiga para untar

Para a Geléia de Damasco:

  • 300 g de damasco turco seco
  • 4 xícaras de água filtrada
  • 2 xícaras de açúcar
  • raspas de casca de um limão
  • 1 pau de canela (dois, se quiser)

Para o Recheio de Ameixa:

  • 300 g de ameixa seca sem caroço
  • 2 xícaras de água filtrada
  • 1/2 xícara de açúcar

Para a Gelatina de Damasco:

  • 1 e 1/2 xícara de água
  • 4 colheres de sopa da geléia de damasco (essa que você vai preparar para a receita)
  • 4 colheres de sopa de suco de limão
  • 1 pacote de gelatina sem sabor incolor

Apetrechos, Anexos, Utensílios e Penduricalhos:

  • papel alumínio ou plástico filme
  • papel manteiga
  • forma de 22 cm de diâmetro
  • olhovivo, farofino etc.

Como fazer

  1. Umas doze horas antes de assar o bolo, deixe os damascos de molho nas quatro xícaras d’água.
  2. Agora vamos por partes, na maciota, com amor e sem pressa…
  3. Ligue o forno em temperatura média.
  4. Forre a forma com papel manteiga e unte-a bem. Achei mais fácil usar um pincel com manteiga derretida, pois ajudou a assentar.
  5. Faça a massa: bata as claras em neve e, ainda batendo, junte as gemas e o açúcar. Incorpore a farinha de rosca e as nozes moídas, deite a massa na forma e leve para assar por mais ou menos 25 minutos em forno médio (estará pronta quando um palito enfiado no centro da massa voltar limpinho). Atenção! Só desenforme quando a massa estiver fria, sossegue esse facho preparando a geléia.
  6. Bata os damascos dormidos com água e tudo no liquidificador. Junte o açúcar, as raspinhas de limão e a canela e leve tudo ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. A dica é colocar um bocadinho num pires, esperar esfriar e ver se está com consistência de geléia. Desligue o fogo e deixe a geléia lá, esfriando.
  7. Agora passe para o recheio de ameixa que, se tiver um bocadinho só de prática, pode ser feita ao mesmo tempo que a geléia. Leve a ameixa com a água ao fogo numa panelinha em fogo baixo até desmanchar, junte o açúcar, mexa ainda no fogo por 5 minutos, desligue e reserve.
  8. Prepare a gelatina: polvilhe o pó de gelatina sobre meia xícara d’água fria para hidratar. Leve ao microondas por 20 segundos, só  para derreter, misture uma xícara de água bem quente, a geléia e o suco de limão.
  9. A essa altura seu bolo já deve de ter esfriado. Desenforme-o. Você vai usar a mesma forma para firmar a gelatina. Forre-a com papel alumínio ou plástico filme, despeje ali dentro a gelatina e deixe na geladeira até firmar.
  10. Ufa, tá acompanhando ainda? Tá quase, tá quase. Use uma daquelas serras de pão pra cortar o bolo ao meio. Separe as metades, preferencialmente deitando-as em caminhas de papel manteiga para não molestar a superfície delicada. Recheie com o purê de ameixa, trepe novamente uma metade sobre a outra e reserve.
  11. Quando a gelatina firmar, já pertinho da hora de servir, vire-a com cuidado sobre o bolo, cubra generosamente com a geléia de damasco e sirva.

Ao Leitor e à Leitora que tiverem um olho mais vivo e um faro mais fino e virem aqui alguma inconsistência na receita por favor, que me avisem, pois às vezes a vista me pisca e, mesmo com todo zelo, algum detalhe pode se haver perdido e deuzulivre de ser eu a responsável pelo trauma alheio!



11 comentários em “Bolo de Nozes com Damasco e Ameixa

  1. Nelsonita Leal

    gostei muito deste blog,parabens.obrigadoo,estou precisando de um marido me ensina algumas receitas,moro em Belém do Pará e estou indo a Sao Paulo no dia 02/03/09,fazer um curso . gostaria de te conhecer. um abraço.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Arquivos

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail