Torta Salgada de Liquidificador

Fiz ontem à noite, com recheio de sardinha (a pedidos). Nem gosto de sardinha, mas sabe que ficou bom?
A receita da massa é prática e combina bem com qualquer recheio: presunto e queijo, seleta de legumes, franguinho desfiado…

Ingredientes
Massa:
2 xícaras de chá de leite
1 xícara de chá de água
50g de queijo parmesão ralado
1 colher de chá de sal
1 xícara de chá de óleo
3 ovos
1/2 xícara de chá de maizena
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
(margarina para untar a forma)

Recheio:
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola média picada
1 lata (250g) de sardinha
1 xícara de azeitonas verdes sem caroço picadas em lascas
aproximadamente 1 xícara de chá de purê de tomate sem tempero
Pimenta do reino moída na hora a gosto (usei 1/2 colher de chá)

Cobertura:
1 a 2 tomates cortados em rodelas muuuuuito fininhas
1/2 colher de sopa de orégano

Acessórios:
Liquidificador
Forma grande, do tipo tabuleiro (a minha tem uns 35cm por 25cm)
Guardanapo ou toalha de papel para ajudar a untar a forma

Como fazer
1. Abra a lata de sardinhas (há!) e limpe-as bem. Isso significa passar uma faquinha (sem serra) delicadamente por cima delas para tirar qualquer vestígio de escamas, abri-las com cuidado e retirar a espinha. Não precisa picar nem “desfiar” as sardinhas, deixe assim mesmo.
2. Acenda o forno para aquecer.
3. Agora vamos começar a fazer o recheio. Coloque o azeite em uma frigideira grande e funda, aqueça em fogo baixo, jogue as cebolas ali e vá mexendo de vez em quando até que elas murchem bem, sem deixar dourar.
3. Coloque as sardinhas na frigideira, dê uma boa mexida com a colher de pau para refogar e também quebrar os filés.
4. Quando estiverem aquecidas,vá colocando o purê de tomate aos poucos para que ele se incorpore à cebola e à sardinha. O molho fica espesso mesmo. Se ficar muito líquido, deixe mais um tempo no fogo para evaporar a água, mexendo sempre.
5. Coloque as azeitonas no molho, ainda com o fogo ligado.
6. Tempere com a pimenta e desligue. Não precisa usar sal, pois a sardinha e a azeitona já são salgadas. Não vale a pena colocar muitos outros temperos diferentes. A graça desse recheio é que ele fica suave e não enjoa. Reserve o recheio na frigideira mesmo.
7. Chegou a hora da massa… coloque todos os ingredientes no copo do liquidificador e bata na velocidade máxima até que a massa fique homogênea. Se um pouco de farinha ou maizena grudar no copo, desligue o liquidificador, raspe com cuidado os cantinhos com uma colher de pau, tampe novamente e torne a bater. A massa fica bem líquida.
8. Unte a forma com margarina.
9. Despeje metade do recheio na forma.
10. Com cuidado e paciência, coloque o recheio sobre a massa. Como a massa é líquida e o recheio é mais pesadinho, precisa ir devagar… o que eu faço (e nem dá tanto trabalho assim) é ir pegar o recheio aos poucos, com uma colher, e deixando cair sobre a massa aos pouquinhos. Não é legal encostar a colher na massa, senão vira uma cacaca, mas também não pode jogar o recheio lá do alto, sacou?
11. Depois de colocar o recheio, tá na hora de cobrir a torta. Aproxime o copo do liquidificador da forma da torta e vá derramando o restante da massa, também com cuidado, para cobrir o recheio.
12. Pegue as fatias de tomate e deite-as sobre a torta, uma a uma, devagar, para elas não afundarem.
13. Pegue o orégano, esfregue-o entre as palmas das mãos e vá pulverizando sobre a torta. Isso serve para ativar o sabor dele. Se jogar direto também funciona, mas não fica tão delicado e gostoso.
14. A essa hora, o forno deve estar bem quente. Coloque a torta para assar e deixe por uma meia hora, ou até a superfície dela ficar moreninha.

A receita original, que testei duas vezes, ficava muito salgada. Ontem resolvi usar uma colher de chá de sal (no lugar uma de sopa, como pedia a receita) e funcionou!



3 comentários em “Torta Salgada de Liquidificador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Arquivos

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail