Purê de Batata com Wasabi

É daquelas que nem bem receitas são, valem mais como dica. Mas já fiz tantas vezes e acho tão gostoso que quis compartilhar.

As quantidades vão depender do número e da fome dos comensais, fique à vontade para acrescentar e diminuir de acordo com seu gosto e vontade.

Ingredientes (para uma porção):

  • 3 batatas pequenas
  • sal
  • 1 colher de chá de manteiga (usei com sal)
  • 1/2 colher de chá de pasta de wasabi (ou a gosto)

Como fazer:

  1. Descasque e pique as batatas e leve-as a cozinhar em água e sal.
  2. Escorra e esprema as batatas (pode juntar uma colher de sopa da água do cozimento, ou leite, ou creme de leite), incorpore a manteiga, misture o wasabi, prove (coloque um tiquinho a mais de wasabi, se quiser, mas pegue leve) e sirva. Minha combinação preferida é com salmão grelhado (mal passado no meio) e um salpico de pimenta-do-reino moída na hora e gergelim tostado.


10 comentários em “Purê de Batata com Wasabi

  1. Fernanda

    Nunca testei, mas gostei da idéia! Eu gosto de comida ‘ardida’!

    Olha, só fica ardida se você quiser… dá pra dosar bem, do gostinho quase imperceptível até o ardidão :)

    Responder
  2. aline

    dadi querida!
    amo seu site. tô começando a me enveredar pela culinária agora. então, desculpe a ignorância, mas o que é pasta de wasabi? como acho isso para comprar?
    obrigadíssima.

    Aline, que bom que você perguntou! A pasta de wasabi se vê muito em restaurantes japoneses, é aquele montinho verde que acompanha o sushi e o sashimi. É um pouco ardidinha. Você encontra já pronta em lojas de artigos orientais ou em grandes supermercados (costuma ficar perto de coisas como óleo de gergelim, arroz japones, saquê…). Uma das embalagens mais comuns se parece com um tubinho de pasta de dentes. Ajudei? Um beijo e pergunte sempre!

    Responder
  3. susy pavlov

    Olá Dadivosa,

    Passei para dar uma espiadinha em voce e também informar-lhe que hoje fiz o “sorvete da Avó Dinah”,estou aqui contando as horas para poder provar!!!
    Tudo bem com voce?
    Bjs,saúde e paz!!!!

    Responder
  4. nilo geronimo borgna

    Amo culinária, desde criança cresci venda minha mãe de criação fazendo Horrores na cozinha,sem saber que minha mãeŕeal era cozinheira, no Beco da Fome, que ficava ali na Prado Junior. primera vez vj seu blog amei vou voltar.
    Boas histŕia miha real mãe contava sobre esse tempo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Arquivos

Post aleatório

Gelatina de Tangerina

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail