Quatre-épices

Inescapável lembrar das tardes fazendo cuca com a vó Nair quando me perguntam quando e como comecei a cozinhar. Inescapável e delicioso clichê, eu sei. Porque o mundo da comida está mesmo cheio dessas coisas que quase todos sentem e quase todos falam, com pouquíssima ou nenhuma variação. Como ler receitas antes de dormir, ser arrebatada por vontades súbitas de bater um bolinho em madrugadas insones e sentir uma satisfação gigantesca ao usar um tempero que você mesma moeu.

Quatre-épices

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa (30 g) de pimenta-do-reino preta
  • 1 colher de sopa (8 g) de noz-moscada ralada na hora
  • 2 colheres de chá (6 g) de canela em pau ralada na hora
  • 2 colheres de chá (6 g) de cravo-da-índia inteiro

Como fazer:

  1. Rale a noz-moscada, meça e reserve. Faça o mesmo com a canela em pau. É um pouco mais trabalhosa para ralar, mas a quantidade é mínima e aqui faz diferença.
  2. Em um processador pequeno ou moedor de café reservado somente para moer temperos, coloque todos os quatro ingredientes e pulse até chegar à textura de café em pó (um pouco irregular, com um ou outro pedaço maior, mas ainda assim bem incorporado).
  3. Guarde em recipiente fechado hermeticamente.

Fiquei bem feliz com minha mistura de quatre-épices, que vai muito bem com carne de porco, assados e miúdos. A proporção veio do livro “Charcuterie – The Craft of Salting, Smoking, and Curing”, e rende 1/3 de xícara, ou 50 g.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Arquivos

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail